O Conteúdo

grestilizado Olá, meus caros leitores, continuando a saga das apresentações “PowerPoint e Técnicas de apresentação”, vamos falar sobre algo indubitavelmente de suma importância: o conteúdo.

Primeiramente deixe-me esclarecer que conteúdo não é sinônimo de slides poluídos e repletos de textos. Conteúdo é informação acerca do produto ou projeto e deve estar armazenado em nossa mente. Nos slides apenas o essencial, lembre-se: menos é mais.

Acima de qualquer coisa, o conteúdo deve ser claro, objetivo e eficaz para nós, devemos (temos obrigação) conhecê-lo muito bem, ele deve ser um “amiguinho de infância”, mesmo que tenhamos acabado de conhecê-lo. Devemos estudar em todas as fontes possíveis sobre ele. Ter propriedade ao falar e, quando indagado sobre qualquer curiosidade dos ouvintes, responder sem titubear.

Deve ainda, é imprescindível, ser verdadeiro. Real.

Você deve estar se perguntando o porquê de eu estar citando isso. Obviamente o conteúdo tem que ser real. Porém, veja o case abaixo.

Case – Veracidade da Informação – O Conteúdo

O projeto tratava de uma sala de descompressão na empresa. Os slides discorriam tranquilos: mostravam o que era em si a ideia e os benefícios desse tipo de empreitada em outras empresas.

Até aí ótimo, até aparecer um slide de perspectiva de aumento de produtividade e satisfação do funcionário ilustrado por um gráfico. Bom, não é? Seria se o gráfico fosse embasado em alguma pesquisa realizada. O gráfico ilustrativo baseava-se na subjetividade dos participantes do grupo, caso o projeto fosse implantado. Aliás, era apenas uma ilustração.

Solução – Única possível

Retirada desse slide e explicação ao grupo sobre a importância da veracidade do conteúdo e a responsabilidade sobre apresentar dados.

Concluímos, então, que não adianta slides planejados, bem elaborados e elegantes se não tivermos completo domínio sobre o conteúdo e veracidade do mesmo.

Aliás, sempre lembro aos meus alunos nessas aulas nosso querido Murphy (capitão Edward A. Murphy Jr. – engenheiro da Força Aérea):

“Se alguma coisa pode dar errado, dará. E mais, dará errado da pior
maneira, no pior momento e de modo que cause o maior dano possível”.

Acreditem, aconteceu comigo essa semana. Preparei uma aula em cima de um PowerPoint sobre a história e importância do Windows. Na aula de manhã, sem problema algum, na aula da tarde, choveu em São Paulo e acabou a energia elétrica… Tive que fazer a apresentação sem os slides. Ainda bem que eu dominava o conteúdo.

Bom, meus caros, até a próxima e lembrem-se: estamos aqui para fazer a diferença e buscamos a excelência.

Paz e bem, sempre!

Leis de Murphy – As 100 melhores

Anúncios

Um comentário em “O Conteúdo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s